quarta-feira, 3 de abril de 2013

DESEJOS SECRETOS


 Ela sempre desejou fazer uma loucura... E por trocas de email arrumou alguém para satisfazer seus desejos mais secretos.
“Quero ser seu brinquedo e satisfazer todos os seus desejos”
Ele insistia sempre em saber o nome dela, mas sempre que lia as palavras dela era tomado por um tesão sem fim e seus emails era sempre assinado SUA PUTINHA.
Trocaram emails por meses, o que sempre aumentava seu desejo por ela, cada vez que abria e via que ela havia lhe respondido seu pau latejava e sempre acabava correndo ao banheiro para que seus colegas de trabalho não lhe vissem daquele jeito, e ligava pra ela pra dizer seus desejos, e quando ouvia a voz dela, aquela voz...
Até que finalmente ela marcou o dia, e ele não aguentava mais essa espera, olhava as fotos dela até dar a hora de ir ao encontro dela. É agora!!! Ele pensou.
Ao chegar ao local marcado lá estava ela, do jeito que disse que estaria vestida, como uma puta. Salto bem alto, uma saia preta minúscula e justa, uma frente única com um zíper na frente, batom vermelho, olhos marcantes e um sobre tudo. Ela deu um sorriso e entrou no carro com um olhar de puro tesão, ele colocou a mão sobre sua coxa ela abriu as pernas facilitando sua investida e rapidamente subiu sua mão e verificou que estava sem calcinha e colocou dois dedos dentro dela, e disse:
- Minha puta safada já está toda molhada... Seu macho que vai te foder muito hoje!
Com a outra mão abriu mais o zíper da blusa deixando os seios dela para fora, então pegou nos cabelos e a puxou pra seu pau dizendo:
- Toma puta, chupa esse pau que vai já te foder, TOMA CHUPA!
E colocou na boca dela a deixando chupar um pouco, tirou da boca dela e bateu com ele na cara dela .
- Vai chupando até achegarmos no motel puta!
Ao chegarem ao quarto ele a agarrou pelos cabelos e a colocou de quatro na cama levantou sua saia, agarrou seus peitos com muita força e atolou seu pau nela de uma vez.
- Vou-te foder agora sua puta! Toma sinta o pau te arrombando toda, é isso que você sonhava ser comida por um pau grosso né vadia? É a puta mais fácil que já comi!
Ela gemia e rebolava pedindo por mais, ele apertava os seios dela com força puxando-a pra junto do seu corpo.
- FODE COM O PAU DO TEU MACHO, SUA PUTA! !!SAFADA!!!  VAMOS, SENTE QUE É GOSTOSO, O PAU DO TEU MACHO TE FODENDO, TE ARROMBANDO...
Então ele parou e colocou um dedo.
- Me deixa ver como está à boceta dessa putinha. Huuum tá querendo gozar né vadia? Então pede mais pau!É muito vadia!!! Vagabunda fácil!!
- Vem, por favor, arromba sua putinha, por favor... Eu quero seu pau grosso dentro de mim, por favor... Eu sou fácil me come eu imploro!
Ele a puxou pelos cabelos e meteu de uma só vez até o talo, ela soltou um gemido de prazer, se sentindo a mais puta das putas, do jeito que sempre desejou sentir, com aquele homem que nunca tinha visto antes.
- TOMA FODE SUA PUTA FÁCIL, GRITA CACHORRA!!! GRITA!!! SAFADA!!! PUTA!!! VADIA!!! VAGABUNDA!! GOZA ASSIM!!! QUE EU ESTOU GOZANDO, JORRANDO NESSA BOCETA, ENCHENDO A MINHA PUTA DE PORRA!!!
Eles caíram deitados na cama então ela se ajeitando ele disse q ela não teria direito a descanso assim como uma cadela no cio e mandou que tirasse sua roupa ela se levantou com o gozo dele escorrendo por suas pernas e foi tirando peça por peça.
- Agora tire as minhas, sua puta!
Ela subiu em cima dele e retirou sua camisa beijando-lhe os ombros o peito descendo pela barriga abriu o cinto e foi descendo com sua boca e língua por sua virilha passando por seu pau e suas bolas sugando delicadamente cada uma. Ele a pegou pelos cabelos e a jogou na cama.
- Quero minha putinha bem arreganhada pra mim!
De pernas bem abertas ele colocou um dedo dentro dela sentindo cada detalhe e então colocou mais um movendo-os com uma precisão sem igual, ela mexia e mordia os lábios, gemia, recebendo o terceiro e logo em seguida o quarto dedo enquanto o dedão dele fazia movimentos circulares em seu clitóris, enquanto apertava os seios com a outra mão.
 - VADIA! JÁ TÁ GOZANDO DE NOVO! É UMA PUTA FACIL MESMO! MUITO FACIL DEMAIS!
Apertou os bicos dos seios dela puxando-a por eles e já socando o pau na boca dela e ele devorando ele tirava da boca e batia no rosto dela, até que gozou na cara dela.
- Cadela safada! É isso que merece surra de pau e ficar com a cara cheia de porra de macho! Vai ficar assim melada até chegar a sua casa.
Levantou-se abriu bem as pernas dela e disse:
- Agora eu quero ver minha putinha gozar metendo a mão do jeito que fazia quando lia meus e-mails.
Ela começou a bater siririca olhando pra ele que pegou em seu pau de falou:
- Agora você vai ver esse pau que te fodeu até agora gozando na sua frente, vou fazer como fazia quando nos falávamos por telefone.
Foi chegando mais perto dela e com a outra mão puxava os bicos dos peitos dela até que pegou nos cabelos dela e enfiou só a cabeça na boca dela. Afastou-se e voltou a bater punheta olhando ela se tocando também até gozar jorrando no peito dela que foi escorrendo até a barriga. Extasiados na cama sem dizer nada até que o silencio foi quebrado quando ele disse:
- Se vista minha vadia, sem limpar meu gozo que está em seu corpo!
Então entraram no carro e foram embora, ele a deixou em uma esquina onde haviam se encontrado.
- Puta! Esteja nesta mesma esquina, amanhã venho te comer novamente!
E assim foram quase todos os dias durante muito tempo...

BY POISON

2 comentários:

  1. DELICIOSOOOOOOOOOOOOOOOOO
    DEU TESAO, QUISERA EU ESTAR AI,UIIIIIIII

    ResponderExcluir

Seu comentário será visualizado após a confirmação da Poison.